Endless OS: como ele está agora ?

Um sistema que me atraiu ao mundo Linux foi o Endless OS. Em meio às cousas da faculdade e o futuro inserto como professor ele me parecia a ferramenta ideal.

Não mudei de ideia quanto a ferramenta, é um sistema muito fácil, até sua instalação é a mais fácil entre todos os Linux que já vi.

Sua grande variedade de programas preinstalado na versão completa são ótimos para quem quer um computador para estudar e tem uma baixa conexão com a internet.

Novos testes

Atualmente instalei a mais recente versão do Endless no meu Lenovo Ideapad com 8Gb de RAM e um processador core I5.

Como esperado o sistema está rodando liso, ainda com o mesmo visual tradicional. A primeira diferença que notei foi na sua loja de aplicativos que está muito mais recheada.

Os programas flatpack de sua loja contam com muitos softwares populares, VLC, Libreoffice, VSCode, Sublime e muitos outros. Tem muito mais coisas lá do que o que eu vi dois anos atrás.

O sistema vem bem fluido e vários bugs foram corrigidos.

Problemas

O maior problema que estou encontrando no momento é apenas no fator instalação, não que seja difícil, todos os softwares são grátis e basta clicar em baixar e o sistema faz tudo por você.

Mas… tive um grande problema, muitas vezes a loja falha, não sei o motivo, mas simplesmente não baixa nenhum App, e é necessário desligar o PC várias vezes ou reiniciar para que ele retome o download e as instalações.

Não instalei a versão completa, mas sim a versão básica com 2.6GB do sistema. Acho que esse bug poder ser minimizado na versão completa.

No mais não encontrei outras coisas que sejam graves, o sistema está dentro da sua proposta de inclusão e sem dúvida continua sendo uma porta de entrada do usuário comum ao mundo Linux.

É isso aí pessoal e até a próxima! Espero fazer em breve um vídeo falando um pouco mais sobre a versão atual do Endless OS.

(Imagens meramente ilustrativas)

comentários

One Comment

Add a Comment